Please use this identifier to cite or link to this item: https://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/18620
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorKLERING, Eliana Veleda-
dc.contributor.authorWESCHENFELDER, Adriana Burin-
dc.date.accessioned2017-12-14T11:13:30Z-
dc.date.available2017-12-14T11:13:30Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationWESCHENFELDER, Adriana Burin. Tendências de precipitação pluvial diária e projeção de cenários aplicados à nova curva IDF para Porto Alegre-RS. 2017. 150 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttps://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/18620-
dc.description.abstractNeste estudo foram analisadas possíveis tendências de aumento da precipitação em nove estações pluviométricas na sub-bacia 87, incluindo Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul, para 50 anos de dados. Eventos extremos são responsáveis por muitos problemas, principalmente em áreas urbanas, e a frequência e a magnitude destes eventos podem aumentar com as alterações climáticas. No intuito de avaliar o impacto de alterações climáticas, em Porto Alegre, utilizou-se o modelo Long Ashton Research Station - Weather Generator (LARS-WG). O LARS-WG é um gerador estocástico capaz de simular cenários climáticos em escala local. Para cada série histórica das estações analisadas, na sub-bacia 87, foi aplicado o teste estatístico de Mann Kendall para identificar possíveis tendências nos dados anuais e trimestrais. Na estação de Porto Alegre também foi realizada pesquisa para identificar o aumento na frequência de ocorrência de alturas de precipitação em diferentes faixas e análise de tendência noshttp://www.bibliotecadigital.ufrgs.br/da.php?nrb=001053508&loc=2017&l=5219eb420c00bf62 dados sub-diários. A geração de séries sintéticas de precipitação para diferentes cenários teve como base os dados pluviométricos da série de Porto Alegre, que consistiu na utilização do período de 1974 a 2014 na geração da linha de base para calibração do LARS-WG. Após a geração de séries sintéticas de precipitação para um clima atual, foi selecionado o máximo diário anual e este foi desagregado em dados subdiários. Na sequência avaliou-se o impacto das alterações em três cenários do IPCC, A1B, A2 e B1. Em cada um dos arquivos de precipitação diária, geradas por projeção no LARS-WG, foi realizada a desagregação em precipitações sub-diárias Os resultados da aplicação do teste de Mann Kendall indicam tendência no aumento do total anual e no número de dias chuvosos (NDC). O trimestre que mais contribuiu para este aumento corresponde à primavera. Entretanto nas estações de Porto Alegre e Sapucaia do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre, São Lourenço no Litoral Sul e Renânia e Serra do Pinto numa região de relevo acidentado próximo ao Litoral Norte também se identificou tendência de aumento no verão e no outono. Em Porto Alegre não foi verificada tendência na precipitação diária máxima anual, permitindo a utilização do LARS-WG que assume que as séries de dados diários observados são estacionárias e gera séries sintéticas com características estatísticas semelhantes à série de dados observados. Uma análise comparativa dos resultados entre as IDFs projetadas com o LARS-WG e a IDF definida por Weschenfelder et al. (2015) indica aumento das precipitações intensas. No primeiro período de projeção no cenário A1B, os desvios ficaram na faixa de 8 a 16% para quatro dos modelos, no cenário A2 os desvios ficaram na faixa de 9 a 19% e no cenário B1 de 7 a 19% em cinco modelos. Para o segundo período de projeção apresentou uma grande variabilidade com desvios entre -3 e 40%. O caminho para reduzir as incertezas é o monitoramento continuado das variáveis meteorológicas, pois a modelagem do clima só pode ser aprimorada com a incorporação de dados reais aos modelos.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopenpt_BR
dc.subject
dc.subject.otherESTAÇÃO PLUVIOMÉTRICApt_BR
dc.subject.otherPRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICApt_BR
dc.subject.otherCURVA IDFpt_BR
dc.subject.otherSENSORIAMENTO REMOTOpt_BR
dc.subject.otherPORTO ALEGREpt_BR
dc.subject.otherRIO GRANDE DO SULpt_BR
dc.titleTendências de precipitação pluvial diária e projeção de cenários aplicados à nova curva IDF para Porto Alegre-RSpt_BR
dc.typeThesispt_BR
dc.local
dc.degree.grantorUFRGSpt_BR
dc.degree.departmentCentro de Pesquisas em sensoriamento Remoto e Meteorologiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós Graduação em Sensoriamento Remotopt_BR
dc.creator.affilliationCPRMpt_BR
dc.contributor.advisorcoPINTO, Eber José de Andrade-
dc.degree.localPorto Alegre, RSpt_BR
dc.description.embargo2017-
dc.subject.enPLUVIOMETRIC STATIONpt_BR
dc.subject.enPLUMBING PRECIPITATIONpt_BR
dc.subject.enIDF CURVEpt_BR
dc.subject.enREMOTE SENSINGpt_BR
dc.degree.date2017-
Appears in Collections:Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_adriana_weschwnfelder.pdfproducao cientifica14,9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.