Please use this identifier to cite or link to this item: https://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/19026
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBRAGA, Iramaia Furtado-
dc.date.accessioned2018-03-12T16:17:51Z-
dc.date.available2018-03-12T16:17:51Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationBRAGA, Iramaia Furtado (Org.). Geologia e recursos minerais da folha Ipueiras: SB.24-V-A-VI. Fortaleza: CPRM, 2017. Escala 1:00.000.pt_BR
dc.identifier.isbn978-857499-349-2-
dc.identifier.urihttps://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/19026-
dc.description.abstractA Folha Ipueiras (SB.24-V-A-VI) ocupa parte da porção oeste do Estado do Ceará, abrangendo, também, parte do leste do Estado do Piauí, sendo limitada pelos paralelos 04°30’S e 05°00’S e meridianos 40°30’W e 41°00’W. Seu contexto geológico regional refere-se ao Domínio Ceará Central, porção norte da Província Borborema. O Domínio Ceará Central é constituído por um embasamento arqueano/ paleoproterozoico, supracrustais meso/neoproterozoica e intensa granitogênese neoproterozoica associada ao evento Pan-Africano/Brasiliano, responsável pela colagem ocidental do supercontinente Gondwana. Na folha, a unidade estratigráfica mais antiga, de provável idade proterozoica indivisa (?), está representada pela Unidade Canindé do Ceará Central, mapeada como uma seqüência predominantemente paraderivada, composta por biotitagnaisses, migmatitos, lentes de rochas metabásicas e matacalcários. No entanto, mais da metade da área mapeada está representada por um domínio granitomigmatítico neoproterozoico denominado de Complexo Tamboril Santa Quitéria. Este complexo foi dividido em quatro unidades: (1) Diatexitos, representados principalmente por uma fase anatética rosa, de natureza cálcio-alcalina de alto-K, levemente peraluminosa, derivada da fusão parcial de rochas dioríticas/tonalíticas de crosta média/inferior. (2) Os Granitoides Santa Quitéria afloram na porção central da folha e constituem verdadeiros núcleos homogêneos distribuídos na unidade diatexítica, localmente apresentam feições de mistura de magmas, e são representados por monzonitos, sienitos e quartzo-monzonitos, com assinatura shoshonítica e raramente ultrapotássica. Representam um evento magmático sin a pós-colisional. (3) Os Metadioritos Xavier constituem rochas de composição cálcio-alcalina de médio- a baixo-K, provavelmente oriundos de fonte mantélica e/ou crosta máfica inferior. (4) O diorito Boi ocorre em proporções mais reduzidas, sendo constituído, principalmente, por gabros e microgabros, muitas vezes ocorrendo diretamente associados às litologias da unidade diatexítica. Ao longo de, praticamente, de toda a porção leste da folha aflora um plúton de granitoides isotrópicos, constituintes do Granito Nova Russa, de idade neoproterozoica, intrudido ao longa da zona de cisalhamento Tauá. Em termos composicionais, agrupa rochas graníticas, granodioríticas e quartzomonzoníticas, com texturas geralmente porfiríticas. Mais para oeste da folha, ocorrem alguns corpos arredondados de granitoides não deformados, denominados de Granito Serra do Picote. São constituídos por biotita-granito, monzogranito e tonalito. Toda a borda oeste da Folha Ipueiras, correspondendo a cerca 30% de sua superfície total, se mostra coberta por sedimentos silurianos da Bacia intracratônica do Parnaiba, representados por sedimentos conglomeráticos, arenosos e semipelíticos do Grupo Serra Grande, subdividido nas formações: Ipu, Tianguá e Jaicós. Por fim, foram também mapeados, em diversas porções da folha, manchas irregulares de sedimentos cenozoicos inconsolidados, além de estreitos cordões aluvionares, ao longo das principais drenagens. Do ponto de vista metalogenético, a área não dispõe de grandes depósitos minerais, mostrando somente uma certa potencialidade para materiais de uso na construção civil e insumos para agricultura (ex: calcário). Mesmo assim, durante os trabalhos foram cadastradas algumas ocorrências de ferro, rutilo, grafita e calcário.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherCPRMpt_BR
dc.subjectRECURSOS MINERAISpt_BR
dc.subjectGEOLOGIA REGIONALpt_BR
dc.subjectPETROLOGIApt_BR
dc.subjectESTRATIGRAFIApt_BR
dc.subjectPROSPECÇÃO GEOQUÍMICApt_BR
dc.subjectGEOTECTÔNICApt_BR
dc.subjectSB.24-V-A-VIpt_BR
dc.subjectCEARÁpt_BR
dc.subjectCARTA GEOLÓGICA DE IPUEIRASpt_BR
dc.subjectSIG-
dc.subjectDADOS VETORIAIS-
dc.titleGeologia e recursos minerais da folha Ipueiras: SB.24-X-C-Ipt_BR
dc.typeTechnical Reportpt_BR
dc.localFortalezapt_BR
Appears in Collections:Relatórios Técnicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PGB_Ipueiras_Final.pdfRelatorio63,32 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
mapa_geologico_ipueiras.pdfMapa2,95 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
sig_ipueiras.zipDados vetoriais (SIG)1,94 MBWinZipView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.